/Viaje no Expresso do Oriente e sinta-se no filme
Assassinato no Expresso do Oriente

Viaje no Expresso do Oriente e sinta-se no filme

Quem nunca teve o desejo de viajar no Expresso do Oriente, trem que ligava Istambul a Paris e já transportou gente importante como o rei Eduardo VIII da Inglaterra, o papa Pio XII, a espiã Mata Hari e a escritora Agatha Christie, que se inspirou no trajeto para escrever um dos seus livros mais famosos O Assassinato no Expresso do Oriente, que ganhou uma nova versão nos cinemas.

>> Brasileiro terá mais feriados em 2018

O Expresso do Oriente original, criado em 1883, não existe mais. O trecho completo, que ligava Istambul a Paris passando por países como Sérvia, Itália e tantos outros, foi extinto em 1977, quando passou a existir apenas um pequeno trecho, que, por sua vez, deixou de existir em 2009. O trem também ficou famoso por ter sido mostrado em Moscou Contra 007.

Mas… é possível viajar no atual Expresso do Oriente e se transportar para o início do século XX.

Expresso_do_Oriente
Trem passa por belas paisagens européias
Luxo

O Venice Simplon-Orient-Express possui todo o glamour e classe do antigo trem, com vagões e cabines originais dos anos 20 e 30 reformados. Também tem três vagões especiais, o Côte d’Azur, com painéis em vidro Lalique, Etoile du Nord com sua belíssima marchetaria e o L’ Oriental, decorado com móveis laqueados em estilo chinês.

Durante o dia, as cabines duplas são configuradas como lounge com um sofá, apoio para os pés, uma pequena mesa e um gabinete com lavabo. À noite, a estrutura se transforma em uma acomodação com cama superior e inferior.

Expresso do Oriente
Camas se transformam em sofás nas cabines mais simples – mas há luxuosas até com sofás e antesala

O destino clássico liga Londres a Veneza, passando por cenários na França e na Suíça. Mas há destinos para Paris, Berlin, Roma, Crocóvia, Praga, Budapeste, Innsbruk, Viena e Istambul.

>> Confira dez hotéis que foram locações de filmes

Os custos da viagem no luxuoso trem variam de acordo com o trajeto. Os preços começam a partir de £ 520 (aprox R$ 2.428,40), no trajeto Paris-Londres, e chega até a £ 3.500 (R$ 16.345), o trecho de Londres para Veneza ou Verona.

Vestuário

Durante o dia, é usar o traje smart casual. Um estilo mais despojado, com blazer ou algum casaco, para os homens. No jantar, deve-se usar terno, para eles, e vestido de gala para elas. Jeans não são aceitáveis em nenhum momento.

A culinária é um dos pontos fortes da jornada. O chef Christian Bodiguel é quem comanda a cozinha e as refeições seguem a culinária do país onde o trem está passando.

Há menus pré-definidos e inclusos na viagem, mas há opções de bebidas e à la carte com taxa adicional. Todos os ingredientes são frescos, trazidos a cada parada nas estações.

Expresso_do_Oriente_Bar
O bar do trem é um local de relaxamento