/Lugares para fugir do Carnaval
Itacaré

Lugares para fugir do Carnaval

A folia 2018 está chegando e nem todo mundo quer ir atrás de trio elétricos ou acompanhar desfiles de escolas de samba. Conheça alguns lugares que são ideais para quem quer aproveitar a folia sossegado ou se divertindo em cachoeiras e aventuras.

As contribuições dos lugares são de blogs e instagramers de viagem que, mais do que ninguém, sabem avaliar o que tem de especial em cada lugar.

Itacaré (Bahia) – dica de @vidademochileiro
Itacaré
Itacaré tem praias tranquilas – Foto: Bahiatursa

Existem lugares que entram para nossa história por algum motivo e a gente acaba criando um carinho especial por aquele lugar. Fica mais fácil de criar esse carinho quando o lugar em questão é Itacaré, cidade localizada no sul do estado e que faz parte da Costa do Cacau.

O local tem praias para todos os gostos: calmas, com ondas, com trilha e muito mais. Um dos destaques é o passeio das Quatro Praias (Engenhoca, Havaizinho, Gamboa e Itacarézinho).

>> Brasil terá mais feriados em 2018

Cada uma dessas praias possui algumas particularidades. A Engenhoca é a preferida dos surfistas. Com areia escura, está sempre cheia de pranchas em busca de tubos e aéreos. Já a Havaizinho é uma calmaria, uma baía boa para banho, principalmente para as crianças (na maré baixa). A trilha para chegar até às duas é bem tranquila – 15 minutos, sem subidas ou descidas.

A Gamboa já é um pouco mais distante, e por isso sempre está com poucos turistas; é o lugar perfeito para curtir a natureza sem aquela multidão. E, para finalizar, Itacarézinho. A praia mais “pop” do passeio, com um restaurante renomado, pratos sofisticados e um lugar diferenciado. O valor não é muito atrativo, mas se for para passar o dia e se estiver em busca de boa gastronomia, é um prato cheio, literalmente.

Como chegar:
De Salvador, são 397km, mais ou menos 7 horas de viagem, pela BR-101. A vantagem do carro é que, em Itacaré, as praias são distantes, então ter um meio de locomoção lá é importante.
Também é possível ir de Ferry Boat (R$ 45 para carro de passeio e R$ 63 domingos e feriados) até Itaparica. Depois ir de carro até Valença e seguir pela BR-101. A vantagem de ir de ferry é que torna o trajeto mais curto. Dá para fazer em 4 horas.
Outra opção é pegar um ônibus em Itaparica com destino a Itacaré.

Dica de hospedagem: Buddy´s Hotel

Mucugê (Bahia) – dica de @viajecomday_
Mucuge_Bahia_
Mucugê é a cidade mais antiga da Chapada e, de lá, se vai para os principais pontos da região

Localizada na Chapada Diamantina, Mucugê é o lugar perfeito pra quem busca tranquilidade e contato com a natureza. O município, o mais antigo da região, possui uma atmosfera encantadora, pela sua arquitetura colonial e, devido às suas montanhas, cânions e lindíssimas cachoeiras, detém um charme indiscutível.

Os pontos turísticos imperdíveis da cidade são o Cemitério Bizantino (desse estilo só existe mais um no mundo), que é bastante peculiar pela sua arquitetura e atrai a curiosidade de todos que passam por lá; O Projeto Sempre Viva, criado para preservar a sempre-viva, flor típica da Chapada que está em extinção (a sede do projeto fica abrigada próximo a duas cachoeiras maravilhosas – é uma visita completa) e o Museu Vivo do Garimpo, que é muito interessante pois mostra a história dos primórdios do garimpo.

>> Hotel de gelo é inspirado em Game of Thrones

Para quem quiser aproveitar e conhecer alguns dos principais cartões postais do Parque Nacional da Chapada Diamantina, a localização estratégica de Mucugê permite conhecer lugares como: o Poço Encantado, Poço Azul, Pantanal dos Marimbus, Cachoeira do Buracão e Igatu. Os passeios são oferecidos pelas agências locais. Vale super a pena, pois são lugares incríveis e de tirar o fôlego.

Como chegar:
Mucugê fica a 478km de Salvador, o que equivale a 5h40 de carro – via BR-242. Caso opte por ir de ônibus, existe uma empresa que opera para o município, o ideal é se programar com antecedência, pois os horários são restritos (R$96,00 por trecho). Indo de carro poderá se locomover mais facilmente e aproveitar as trilhas autoguiadas das redondezas.

Onde ficar: A Pousada Monte Azul é um lugar aconchegante e tem o melhor café da manhã da região.

Beto Carrero World (Penha, Santa Catarina) – dica de @embarcacomagente
Beto Carrero World
Beto Carrero World é um mundo de diversão – Foto: Divulgação

O parque Beto Carrero World, considerado um dos melhores do Brasil, é uma pedida para fugir do Carnaval. A aérea verde do parque é super preservada. Dentre as atrações do parque, você não pode deixar de ir no teleférico. Nele, é possível visualizar o parque visto de cima. O show ao vivo dos Velozes e Furiosos é sensacional, nele carros e motos representam cenas do filme diante de uma platéia que vai à loucura.

Não deixe de ir também no trem do parque, que, é uma espécie de city tour. É possível se deliciar contemplando a natureza, além de ser possível avistar a residência do falecido proprietário que dá nome ao parque.

>> Guia de vacinas: dicas para uma viagem tranquila

Durante esse passeio Beto Carrero agracia o público montado no seu cavalo. Atualmente é o filho faz esse papel. Não deixe de ir no cinema 4D do Betinho, uma experiência super bacana e divertida. Para quem gosta de aventura, há montanha-russa, torre, o parque é repleto de opções, tem até pista de Kart, mas é uma opção paga. Há praça de alimentação também para todos os gostos. Os ingressos para o BCW custam a partir de R$ 145,00.

Como chegar: A opção mais rápida para chegar ao BCW (Beto Carrero World) é de avião. Na época os trechos aéreos foram feitos da seguinte maneira pela GOL, Salvador-São Paulo (Congonhas) e em seguida Congonhas-Navegantes. Existem outros Aeroportos que você pode utilizar, Curitiba (207km) ou Florianópolis (114). O de Navegantes-SC fica apenas 8km. De lá basta pegar um táxi para se locomover ao parque.

Onde ficar: Você pode se hospedar em Penha, município no qual o parque está instalado. Outra opção é Navegantes, distante 8km do parque. Pode se hospedar também em Balneário Camboriú distante 36km do parque

Buenos Aires (Argentina) – dica de @daquidesalvador 
Puerto Madero
Puerto Madero é um dos pontos turísticos inesquecíveis de Buenos Aires – Foto: Divulgação

A capital argentina foi, nos últimos anos, invadida por brasileiros, atraídos pela valorização do real ante ao peso argentino, e curiosos em descobrir os encantos que o país dos “los hermanos” escondem. Uma das dicas é se hospedar no microcentro. De lá, é possível caminhar e conhecer alguns pontos turísticos.

A calle Florida encontra-se neste miolo. Repleta de lojas, é uma rua onde só passam pedestres. Pode-se encontrar artistas de rua e, quando as lojas fecham, presenciamos um mercado informal no meio da rua onde se vende de quase tudo. Na avenida Córdoba, encontramos a Galeria Pacífico. Impressiona ver o teto toda trabalhado com pinturas. Vale caminhar por seus corredores, arriscar umas comprinhas ou simplesmente tomar um café admirando a beleza deste lugar.

>> Day pass de Costa do Sauípe é uma opção no verão

Você também pode caminhar até a Casa Rosada, sede do governo argentino que está aberta a visitações. Existem visitas guiadas gratuitas nos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h, com saídas a cada 10 minutos e duração de 60 minutos.

Partindo da praça em frente a Casa Rosada pela avenida de Mayo e andando cerca de 4 quadras, encontramos o Café Tortoni. Lugar tradicionalíssimo e ponto de parada obrigatória para os turistas. Entrar neste café, é voltar no tempo. Carregado de história, suas paredes exalam arte e cultura. É possível assistir a shows de tangos e se emocionar com este ritmo que é sem dúvida a alma dos porteños. Ainda no centro encontra-se o obelisco, ícone da cidade de Buenos Aires.

>> Nove locações de filmes que você deve visitar pelo mundo

Situado na avenida mais larga do mundo, a avenida 9 de Julio, com 130m de largura,  Puerto Madero já foi uma das áreas mais degradada da capital argentina. Assim como aconteceu em grandes cidades portuárias pelo mundo, o porto de Buenos Aires passou por uma revitalização recebendo restaurantes, bares e tornando-se um lugar para a família toda passear.

Como Chegar:
Há voos praticamente de todo o Brasil a partir de R$ 2.000 no período do Carnaval